Encontrar um consultor financeiro

Como diversificar investimentos e encontrar pessoas certas para ajudar?

2020.07.03 18:25 throwaway8472013 Como diversificar investimentos e encontrar pessoas certas para ajudar?

Boa tarde,
A conta é throwaway por motivos de anonimato. Um bocado de background para contextualizar - perdoem-me se soar a humble brag, mas acho que faz sentido falar de valores neste sub: tenho neste momento 20 anos (comecei a trabalhar aos 15) e um bocado mais de 100.000€ poupados (grande fatia derivado de dois negócios de propriedades em que fiz buy-and-flip no ano passado, adquiridos com recurso a crédito e liquidei-os ainda este ano, antes da pandemia).
Tenho também rendimentos líquidos muito próximo dos 7.000 por mês, onde 2.500 derivam do meu trabalho efetivo para uma empresa e os restantes são derivados de projetos digitais (têm-se mantido constantes nos últimos 8 meses, mas pode a qualquer momento descer ou subir, conforme vários fatores).
A minha família sempre teve negócios relacionados com o mercado imobiliário, por isso essa é área onde estou muito confortável em investir e onde tenho mais know-how do que qualquer outra, no entanto preocupa-me ter sempre os meus investimentos alocados numa única área. As minhas atividades laborais ocupam-me cerca de 12 a 14 horas todos os dias, pelo que tenho sido complicado focar-me ao nível que gostaria na aprendizagem de finanças pessoais e instrumentos financeiros, pelo que não me sinto confortável em investir ETF's, ações, etc de forma autónoma.
Para quase tudo na vida a minha filosofia sempre foi pagar àqueles que têm mais experiência nas áreas que eu não domino e que me possam ajudar a crescer e reduzir as dores de cabeça, enquanto eu me foco no meu trabalho e em crescer os meus rendimentos mensais nesta fase. Por isso, as minhas questões são:
- Um consultor financeiro poderá fazer sentido? Há a possibilidade de haver um desalinhamento de interesses e não ser uma solução viável ter alguém a gerir o meu dinheiro de forma razoável? Se fizer sentido, quais são os pormenores a que devo ter atenção/questões que devo perguntar de modo a que as taxas/preçários deles não anulem toda a margem de lucro que possa vir a ter com esses investimentos? Vi que há alguns consultores a fazer duas modalidades: % fixa sobre ganhos ou % fixa sobre património total investido - devo evitar alguma desta por algum motivo?
- Devo munir-me de um contabilista pessoal que possa trabalhar juntamente comigo a longo prazo? Fará sentido ter alguém que faça um acompanhamento mais pessoal nível de planeamento fiscal para cada ano e que me ajude a maximizar os lucros em cada investimento que faça, assim como a perceber todas as minúcias contabilísticas associadas a cada negócio/investimento?
- Neste momento, dado ser bastante jovem, estou numa fase em que me faz mais sentido aumentar a liquidez com maior rapidez, onde por exemplo no mercado imobiliário dou preferência ao buy-n-flip do que ao criar património a longo prazo. Considero também que tenho algum apetite médio-alto para o risco nesta fase da minha vida. Quais são os instrumentos financeiros que façam mais sentido para estes objetivos?
Agradeço quaisquer dicas que possam ser úteis desde já e parabenizar a criação deste subreddit que é essencial!
Edit:
Respostas com mais detalhe:
submitted by throwaway8472013 to financaspessoaispt [link] [comments]


2020.05.27 16:14 pajavu Lockdown é uma perda de tempo, afirma cientista laureado com o Nobel

TL;DR: cientista Michael Levitt, que não é infectologista, ganhou o Nobel de química em 2013 e sugeriu que a decisão de manter as pessoas em casa (lockdown) foi motivada por pânico, e afirmou que acha que o lockdown pode ter custado mais vidas, com "dano social extremo" em virtude de aumento da violência doméstica, alcoolismo, divórcios... (sem citar esses dados). A matéria também cita report da JP Morgan (empresa de serviços financeiros) que mostra que a taxa de infecção caiu em vários países após relaxamento do lockdown.
Antes de postar a matéria traduzida, já adianto algumas considerações minhas:
Não sou cientista da área, sou advogado e pesquisador na área do Direito, embora tenha muito interesse no estudo científico (das hard sciences inclusive) e acompanho divulgadores científicos em geral desde antes de ingressar na faculdade. Mas acho interessante o debate sobre o ponto que estou trazendo, até para desconstruí-lo com argumentos.
Sei que o fato de mencionar um "estudo" da JP Morgan já traz aquele alerta (da mesma forma daquele "estudo" do Samy Dana). Mas esse dado é aparentemente verdadeiro: após o lockdown, a taxa de contaminação continuou caindo em praticamente todo lugar. O que os amigos pensam sobre isso? além, é claro, de que tem vários fatores envolvidos nisso.
Enfim, acho interessante a discussão, assim como discutir o caso da Suécia etc.

Segue a matéria:
https://www.dailymail.co.uk/news/article-8351649/Lockdown-waste-time-kill-saved-claims-Nobel-laureate.html

O bloqueio foi uma perda de tempo e poderia matar mais do que economizou, afirma o cientista laureado com o Nobel da Universidade de Stanford
Professor Michael Levitt ganhou o prêmio Nobel de química em 2013
Sugeriu que a decisão de manter as pessoas dentro de casa foi motivada por 'pânico'
O professor Levitt também disse que a modelagem de Neil Ferguson superestimou as mortes

O lockdown do coronavírus pode ter causado mais mortes do que ele salvou, afirmou um cientista laureado com o Nobel.
Michael Levitt, um professor da Universidade de Stanford que previu corretamente a escala inicial da pandemia, sugeriu que a decisão de manter as pessoas dentro de casa era motivada pelo "pânico" e não pela melhor ciência.
O professor Levitt também disse que a modelagem que levou o governo [britânico] ao lockdown - realizado pelo professor Neil Ferguson - superestimou o número de mortos em "10 ou 12 vezes".
Suas reivindicações ecoam as de um relatório do JP Morgan que disse que os lockdowns falharam em alterar o curso da pandemia, mas "destruíram milhões de meios de subsistência".
O autor Marko Kolanovic, físico treinado e estrategista do JP Morgan, disse que os governos foram assustados por "artigos científicos falhos" para impor bloqueios "ineficientes ou atrasados" e com pouco efeito.
Ele disse que a queda nas taxas de infecção desde que os bloqueios foram suspensos sugere que o vírus "provavelmente tem sua própria dinâmica", que não está relacionada a medidas de lockdown frequentemente inconsistentes.
A Dinamarca está entre os países que viram sua taxa de R0 continuar caindo após a reabertura de escolas e shoppings, enquanto a taxa da Alemanha permaneceu abaixo de 1,0 após a redução do bloqueio.
O professor Levitt disse ao The Telegraph : 'Acho que o lockdown não salvou vidas. Eu acho que pode ter custado vidas. Ele salvou algumas vidas de acidentes de trânsito, coisas assim, mas os danos sociais - abuso doméstico, divórcios, alcoolismo - foram extremos.
"E então você tem aqueles que não foram tratados por outras condições."
O professor Levitt, que ganhou o Prêmio Nobel de Química em 2013 pelo 'desenvolvimento de modelos em várias escalas para sistemas químicos complexos', afirmou há dois meses que a maioria dos especialistas em previsões sobre o coronavírus está errada.
Ele também acredita que o governo deveria incentivar os britânicos a usar máscaras e encontrar outras maneiras de continuar trabalhando enquanto se distanciam socialmente.
A modelagem do professor Ferguson, por outro lado, estimou que até 500.000 mortes ocorreriam sem medidas de distanciamento social.
O professor Levitt acrescentou: 'Por razões que não estavam claras para mim, acho que os líderes entraram em pânico e as pessoas entraram em pânico. Houve uma enorme falta de discussão".
Com 73 anos, o ganhador do prêmio Nobel não é um epidemiologista, mas avaliou o surto na China no início da crise e fez previsões alternativas com base em seus próprios cálculos.
Embora o professor Levitt reconheça que os bloqueios podem ser eficazes, ele os descreve como "medievais" e acha que os epidemiologistas exageram suas alegações, de modo que as pessoas têm mais probabilidade de ouvi-las.
Seus comentários foram feitos quando outros cientistas que trabalhavam no mesmo campo também relataram que não podiam verificar o trabalho do professor Ferguson.
A pesquisa de cientistas concorrentes - cujos modelos produziram resultados muito diferentes - foi amplamente ignorada pelos consultores do governo [britânico].
David Richards, co-fundador da empresa britânica de tecnologia de dados WANdisco, disse que o modelo de Ferguson era uma "bagunça de buggy que se parece mais com uma tigela de macarrão de cabelo de anjo do que com uma peça de programação refinada". Richards disse: "Em nossa realidade comercial, demitiríamos alguém por desenvolver código como este e qualquer empresa que dependesse dele para produzir software para venda provavelmente faliria".
Pesquisadores da Universidade de Edimburgo também encontraram bugs ao executar o modelo, obtendo resultados diferentes quando usavam máquinas diferentes, ou mesmo as mesmas máquinas em alguns casos.
A equipe relatou um "bug" no sistema que foi corrigido - mas os especialistas no campo continuam atordoados com a inadequação.
Quatro modeladores experientes observaram anteriormente que o código está "profundamente cheio de bugs", tem "enormes blocos de código - práticas ruins" e é "possivelmente o pior código de produção que eu já vi".
Após a previsão sombria do modelo, o professor Michael Thursfield da Universidade de Edimburgo criticou o registro do professor Ferguson como "irregular".
submitted by pajavu to coronabr [link] [comments]


2019.10.04 03:11 dicasdetran Cartões de crédito

Os cartões de crédito são uma maneira conveniente de pagar pelas coisas, mas a conveniência pode ter um custo. Pesquisas mostram que as pessoas costumam gastar mais quando usam cartão de crédito do que gastariam se usassem dinheiro.
Antes de solicitar um cartão de crédito, pense cuidadosamente sobre o motivo pelo qual você o deseja e como pagará.
Evite obter um cartão de crédito se estiver usando-o para quitar outras dívidas. A taxa de juros mais alta e outras taxas e encargos podem custar mais a longo prazo. Considere um empréstimo sem juros ou com juros baixos ou converse com um consultor financeiro se estiver com dificuldades financeiras.
Se você está preocupado em gastar muito, um cartão de débito pode ser melhor para você.
O tipo de cartão de crédito que você deve receber depende de como deseja pagar sua dívida. Os cartões de crédito têm recursos diferentes para atender a diferentes tipos de gastadores.
Alguns cartões de crédito têm taxas de juros e taxas muito altas, que podem aumentar rapidamente. Ao olhar para o cartão que mais lhe convém, considere um cartão com baixa taxa de juros ou taxas baixas.
Vale a pena fazer compras para encontrar o melhor cartão de crédito para você. Pode ser fácil conseguir um cartão com a instituição financeira que você normalmente usa, mas você pode encontrar um acordo melhor em outro lugar. Conheça nosso site e saia de lá com o melhor cartão de crédito para você!
submitted by dicasdetran to u/dicasdetran [link] [comments]


2019.04.24 15:20 rafaelrlevy Lista de Profissões

Hoje estava preenchendo um formulário para seguro de viagem em um banco brasileiro e me deparei com uma “caixa de seleção” para escolher a minha Profissão. Me diverti por um bom tempo olhando a lista, que compartilho aqui com vocês.
Notem o quanto são específicos demais em algumas profissões enquanto outras estão faltando ou muito genéricas.
Algumas pérolas de especificidade exagerada:
“Mergulhador do Mar do Norte” - Por que distinguir quem mergulha nessa região? Cadê os mergulhadores do Mediterrâneo, Atlântico, etc?
“Domador de cavalos” é separado de “Domador de cavalos - circo”
A lista inclui “Engolidor de Espadas” e “Cuspidor de Fogo” separadamente mas advogado está junto com procurador, e a maioria das engenharias ficam com o genérico “Engenheiro”
Compartilho para ajudarem a encontrar os mais engraçados
Lista completa:
EDIT: Ajustei a lista para incluir as quebras de linha
submitted by rafaelrlevy to brasil [link] [comments]